Programação de Março de 2017 no Rio de Janeiro

Heitor-Villa-Lobos.jpg

Após um ano de 2016 com um cardápio variado para os amantes de música erudita no Rio de Janeiro, com muitos concertos e óperas de qualidade, 2017 começa com muita incerteza. Até o presente momento, a Orquestra Sinfônica Brasileira não conseguiu divulgar a programação de 2017. O Theatro Municipal sofreu novo baque com a saída de João Guilherme Ripper da presidência da casa. Ripper é compositor, já administrou a Sala Cecília Meireles, e fazia um trabalho de qualidade, tentando atrair maior público à casa. Valorizou e utilizou muito bem o corpo do Theatro. Quem perde, mais uma vez é a música, os músicos e o público.

(PS:  no dia 7, a secretaria da cultura exonerou Milton Gonçalves da presidência da fundação e indicou André Heller-Lopes como diretor artístico. Heller trabalhou em algumas produção no Municipal junto com Ripper)

Quanto a programação do mês de março, começamos com as celebrações. Dia 5, no Museu Villa-Lobos, foram celebrados 130 anos do mestre que dá nome a casa, com participações do Quarteto Radamés Gnattali, Quinteto Villa-Lobos e Carol McDavit. McDavit aproveitou a data para lançar seu livro com paralelos entre as obras de Villa e Copland. No dia 7, o Instituto Villa-Lobos (UNIRIO) celebrou 50 anos com apresentações de professores e alunos da casa.

A Orquestra Petrobras Sinfônica abre sua temporada no Theatro Municipal, dia 18, com o concerto para piano  24 de Mozart, com Jean Louis Steuerman solando, e aberturas de óperas de Rossini.

A Sala Cecilia Meireles oferece programação com foco em apresentações de câmara. Vale salientar as sonatas de Bach para flauta e cravo, com Mauricio Freire e Felipe Nabuco-Silvestre, no dia 15.

O BNDES oferece concertos gratuitos, sempre às quartas, a partir do dia 15, nesse mês com a Orquestra Sinfônica da Cesgranrio, Orquestra de Cordas da Grota e a Johann Sebastian Rio.

A série Música no Museu dedica a programação do mês às mulheres, sejam elas compositoras ou intérpretes, mantendo seu foco em apresentações para coro ou piano.

José Saliby

Rio de Janeiro, 7 de março de 2017

editado dia 8 de março de 2017.

Advertisements
This entry was posted in Programação and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s